• Home
  • Blog
  • Você sabia que existem outras tonalidades de ouro além de amarelo, branco e rosé?
Você sabia que existem outras tonalidades de ouro além de amarelo, branco e rosé?

Você sabia que existem outras tonalidades de ouro além de amarelo, branco e rosé?

Se você pensa que as tonalidades de ouro se resumem a branca, amarela e rosé, está enganado. Hoje, o design de joias precisa ser diversificado e apresentar novidades que vão além do senso estético comum.

Algumas novas tonalidades, como o ouro mais escuro e o esverdeado, são obtidos através de composições químicas com diferentes tipos de metais. No texto de hoje, vamos explorar com detalhes as diferentes tonalidades de ouro e a aplicação dessa nova tendência para a fabricação de joias modernas e exclusivas. Acompanhe!

Tonalidades de ouro: a alquimia das ligas metálicas

O ouro puro, ou 24 quilates, é bem amarelo, certo? Mas, por ser muito maleável em sua forma mais natural, ele não é apropriado para ser usado na produção de joias. É possível adicionar 6 partes de cobre, por exemplo, para obter o ouro 18 quilates. A tonalidade, nesse caso, ainda será bem amarelada.

Se desejar que a cor seja mais puxada para o rosé, combinação perfeita para safiras rosas e rubis, é preciso acrescentar mais cobre na liga. Dessa forma, a tonalidade aparecerá. Para o ouro branco, a mistura conta com prata, paládio e manganês.

O níquel não é mais indicado para essa composição, pois pode causar reação alérgica. Mas, e as outras cores? No próximo tópico, vamos falar sobre elas.

Cores inesperadas: exclusividade e beleza para o design de joias

Ouro azulado

Colorações novas têm sido utilizadas na confecção de belas peças. O ouro azulado, por exemplo, apresenta ótimo casamento de cores com o uso de diamantes, gemas coloridas e pérolas. Essa tonalidade é alcançada por meio da mistura do ouro com metais como o índio e o gálio.

Ouro esverdeado

Para o caso de tornar o ouro esverdeado, a liga deve receber, prata, zinco e cobre. O efeito é estonteante. Para a incrustação de esmeraldas, o ouro verde é uma excelente opção. Mas a harmonia dessa cor com pedras claras, como o diamante, também é muito indicada.

Ouro negro

O ródio, ou o banho de ródio, serve para levar uma camada de proteção e brilho para a peça. Isso permite que o metal usado preserve por mais tempo a sua cor e aspecto luzidio. Geralmente, é aplicado por cima do ouro branco, da prata ou sobre o misterioso ouro negro. Essa composição escura consiste em 75% de ouro e 25% de cobalto.

Quando falamos sobre o acesso a peças exclusivas e de alto padrão de fabricação, estamos falando principalmente sobre design inovador e materiais de qualidade. O ouro negro, por exemplo, assim como as outras novas tonalidades de ouro que apresentamos acima, apresenta essa possibilidade aos fabricantes.

Além de serem discretas e elegantes, a procura pelas joias dessa cor tem crescido bastante, devido a sua versatilidade e aceitabilidade a detalhes em ouro branco, prata, ouro amarelo e diversas pedrarias e pérolas. Com isso, aumenta-se a gama de possibilidades para o ourives criar objetos únicos e com alto nível de qualidade.

Concorda que explorar as diferentes tonalidades de ouro é um enorme diferencial na hora de apresentar o catálogo e fechar negócio? As pessoas investem em joias não somente pelo seu preço em metais e pedras preciosas, mas principalmente pela competência do fabricante e valor estético.

Gostou de saber mais sobre as diferentes tonalidades de ouro? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais para que mais pessoas possam se informar sobre o assunto. Até a próxima!

  • Catalogo
    e-book GRÁTIS
    Por que confiar a Bautz a produção das suas Jóias?