• Home
  • Blog
  • Quais são as etapas de produção de joias? Aprenda aqui!
Quais são as etapas de produção de joias? Aprenda aqui!

Quais são as etapas de produção de joias? Aprenda aqui!

Joias são itens especiais, que protagonizam grandes memórias e podem atravessar gerações. Porém, as pessoas só costumam conhecer a peça final na joalheria, sem saber como são suas etapas de produção.

Existem alguns passos que devem ser seguidos, desde a concepção e o design até o acabamento. É um processo complexo e que requer bastante cuidado, mas que garante sua qualidade.

Atualmente, avanços tecnológicos se misturam à prática artesanal, o que permite uma produção em larga escala que, ainda assim, confere delicadeza às peças.

Quer aprender exatamente quais são as etapas de produção de joias? Então continue a leitura!

Os equipamentos necessários

Antes de falar sobre os procedimentos, precisamos saber o que é utilizado neles. Veja quais são os equipamentos necessários:

  • maçaricos para fundição, solda e recozimento;
  • compressor sem reservatório;
  • laminador elétrico com rolos específicos para os perfis necessários;
  • morsa de bancada e matrizes para trifilamento;
  • politriz;
  • forno para fundição;
  • tanque para lama;
  • tanque para banhagem;
  • esmerilho.

Os processos da produção de joias

Existem diversos tipos de ouro e materiais que podem ser utilizados na produção de joias, como prata, cobre, latão, ródio e diversas pedras.

Você já deve saber disso, mas o ouro maciço é um material extremamente pesado. Por isso, utilizam-se ligas de metal para reduzir o seu peso e tornar as peças mais leves. A combinação depende de temperaturas de fusão e fluidez compatíveis.

Assim, existe a classificação do ouro de 12, 18 e 24 quilates, por exemplo, que identifica a quantidade de ouro em relação aos outros metais utilizados na fundição.

Para formar as joias, são realizados alguns procedimentos:

Laminação

O processo de laminação faz com que os metais passem por rolos compressores e ganhem a espessura e forma adequadas, quase como o trabalho feito com a massa de um pastel, por exemplo.

Recozimento

O recozimento aquece o metal até que ele fique incandescente para que possa ser retrabalhado. Após isso, basta resfriá-lo para que volte às suas propriedades.

Trefilação

Na trefilação, são feitos os fios de ouro, assim como tubos e outras peças maleáveis. O processo é similar ao da laminação. O ouro é afinado gradativamente, mas deve ser acompanhado do recozimento para garantir a flexibilidade.

Fundição

Durante a fundição, o metal líquido é colocado em moldes, que atribuirão uma forma quase final à joia e variam em tamanho e complexidade.

Soldagem

A soldagem é utilizada para unir duas faces de uma peça. Utiliza-se uma chapa bem pequena, e uma camada do metal derrete para ocorrer a fusão entre as partes.

Lixamento

No lixamento, as rebarbas — pequenas imperfeições nos fios — são eliminadas por meio do uso de lixas.

Rebarbação

A rebarbação é bem similar ao lixamento, e também envolve a abrasão e o serramento das peças.

Polimento

O polimento é o processo em que a joia tem seus riscos e marcas de solda removidos com o uso do politriz, uma escova sintética que gira em alta velocidade para retirar as últimas imperfeições.

Banhagem ou galvanoplastia

A banhagem ou galvanoplastia é similar à cromagem de carros: as joias são mergulhadas em ligas de ouro, e estas, por sua vez, são transferidas para a base por meio de reações eletroquímicas, para que as peças pareçam maciças.

Acabamento

Por fim, é necessário fazer os acabamentos em ourivesaria, e, para isso, existem inúmeras técnicas que podem ser aplicadas para dar personalidade às joias.

Veja alguns tipos de acabamento:

  • polido: liso e brilhante, quase como um espelho;
  • acetinado: acabamento brilhante, porém fosco;
  • diamantado: brilhos cintilantes conferido por irregularidades feitas com brocas;
  • filigrana: fios entrelaçados, que dão aspecto rendado à joia;
  • craquelado: rachaduras e sobreposição de folhas de ouro.

Com a joia pronta, não se esqueça dos cuidados necessários para sua conservação. Deixe-as armazenadas individualmente e protegidas por papel de seda ou flanelas, a fim de evitar riscar e amassar as peças.

Se você gostou de aprender sobre a produção de joias, não deixe de nos seguir no Facebook para conferir mais dicas sobre o assunto!

  • Catalogo
    e-book GRÁTIS
    Por que confiar a Bautz a produção das suas Jóias?