• Home
  • Blog
  • Você sabe calcular o preço de venda de uma joia? Aprenda agora!
Você sabe calcular o preço de venda de uma joia? Aprenda agora!

Você sabe calcular o preço de venda de uma joia? Aprenda agora!

Definir o preço de venda de uma joia é uma tarefa fundamental para o sucesso de qualquer joalheria. Afinal, o valor de cada peça diz muito sobre a qualidade e também determina se o negócio será ou não lucrativo.

Existem muitas maneiras de definir o preço para as peças que você vende, mas, para acertar o valor ideal, é preciso levar em conta quais foram as matérias-primas utilizadas, custos do processo de produção, despesas como impostos ou comissões, dentre outros fatores.

Neste post, você vai aprender a calcular o preço de venda de uma joia da forma correta e sem levar prejuízos!

Utilize a fórmula certa

O preço de venda de uma joia deve ser estipulado com o objetivo de cobrir todas as despesas (diretas e indiretas) necessárias para disponibilizar as peças para venda somadas aos custos envolvidos no processo de produção e a margem de lucro estabelecida sobre o produto.

Essas despesas incluem, basicamente, todos aqueles gastos que foram necessários para colocar o produto na vitrine: transporte, aluguel da loja, impostos, entre outros.

Já os custos de produção são aqueles influenciados pela nobreza ou qualidade da matéria prima (pedras, ouro, prata etc.) e processo de fabricação da joia. É importante que você registre todos esses gastos e guarde todos os seus comprovantes para manter um melhor controle financeiro.

Ao somar os seus custos e despesas envolvidos na venda de uma peça com a margem de lucro aceitável para o porte de seu tipo de negócio, o resultado será o mínimo preço de venda de uma joia da sua marca.

Confira os preços praticados pela concorrência

Além da fórmula, a sua concorrência também é um ótimo medidor para sinalizar se você está maximizando os lucros ou praticando os preços corretos.

Não hesite em investir nas pesquisas de mercado ou visitar joalherias de porte parecido com a sua. Se a maior parte de seus concorrentes está praticando preços mais altos por produtos semelhantes, eis uma boa chance de elevar sua lucratividade, regular seus valores, ou tentar se diferenciar anunciando os preços mais baixos.

Leve em conta a percepção de valor

Os custos e despesas envolvidos na comercialização de seus produtos são importantes, mas não são os únicos fatores a serem levados em conta na hora de elaborar o preço de venda de uma joia.

Avalie o mercado de joias no Brasil por um momento. Você já reparou que algumas marcas cobram R$500 e outras cobram R$1000 por um anel ou colar feitos com o mesmo tipo de material?

Isso acontece por causa da percepção de valor do cliente, que está ligada ao status da marca, a exclusividade do design das peças e a eficácia do marketing aplicado aos produtos. Quanto maior for a necessidade que o cliente sentir em possuir um produto de sua marca, mais elevado poderá ser o seu preço de venda.

A melhor maneira de ter consciência da percepção de valor de sua própria joalheria é por meio de um bom relacionamento com seus clientes. Invista em pesquisas ou enquetes com seu público-alvo e procure destacar as características de suas peças que as tornam únicas.

Calcular o preço de venda de uma joia não é tão simples quanto parece, mas é com certeza uma forma justa e estratégica de se manter firme no mercado.

Por isso, não se deixe levar pela ganância ou pelos valores atrativos demais, na tentativa de agradar o público. Muitas joalherias acabam fechando as portas por não suportarem esses tipos de prejuízo.

Agora que você já sabe como calcular o preço de venda de uma joia, aproveite para ler nosso artigo sobre a escolha do fornecedor certo e não pare de aprender!

  • Catalogo
    e-book GRÁTIS
    Por que confiar a Bautz a produção das suas Jóias?