• Home
  • Blog
  • 5 pedras preciosas brasileiras que chamam a atenção nas joias
5 pedras preciosas brasileiras que chamam a atenção nas joias

5 pedras preciosas brasileiras que chamam a atenção nas joias

A riqueza do nosso país é incontestável, principalmente quando estamos falando da natural. Você sabia, por exemplo, que temos pedras preciosas brasileiras cobiçadas no mundo inteiro?

De todas as áreas geográficas produtoras de gemas, principalmente na América do Sul, o Brasil ocupa o primeiro lugar, com mais de cem tipos de preciosidades.

Com um solo tão rico como o nosso, as joias fabricadas com pedras brasileiras têm um toque especial, com diferenciais que vão da beleza à qualidade. Que tal conhecer algumas dessas gemas para valorizar ainda mais o catálogo da sua joalheria? Confira!

1. Ametista

Com uma cor linda, que varia do roxo ao violeta, a ametista foi encontrada no Brasil no século 19. Depois da descoberta, a pedra mais procurada entre os quartzos começou a ser exportada para o mundo todo — e até hoje faz do país o maior produtor da gema.

Apesar disso, essa pedra preciosa é a mais antiga utilizada pelo homem. Há indícios de que pessoas usavam a ametista há mais de 25 mil anos. Muitas se valiam dela inclusive para se manterem sóbrias! Vinda do grego, a palavra “methystos” significa justamente “não bêbado”. Interessante, não é mesmo?

2. Água-marinha

Apesar de ser encontrada em pequenas quantidades nos Estados Unidos, Rússia, Índia, Paquistão e Afeganistão, é no Brasil que mais se extrai a água-marinha — cerca de 90% —, gema da família do berilo.

Com uma cor que lembra o mar, essa pedra era usada como talismã pelos antigos, para dar proteção e boa sorte nas suas viagens marítimas. Hoje, é procurada pela beleza e pelos efeitos terapêuticos, uma vez que tem ação calmante e tranquiliza a mente e as emoções.

3. Diamantes coloridos

Quem não se encanta pelo brilho de um diamante? Desejadas por todos os cantos do mundo, algumas das pedras mais famosas foram encontradas em solo brasileiro, mais precisamente entre os séculos 17 e 18.

Pouca gente sabe que o nosso país já foi a principal fonte de diamantes e que, até hoje, continua exportando suas gemas. O diferencial está nas raridades coloridas, como os diamantes vermelhos e verdes, entre outras tonalidades.

4. Topázio imperial

Existem histórias de que o topázio imperial recebeu esse nome por ter sido a pedra que mais encantou D. Pedro I aqui no Brasil. Maior fonte da gema, nosso país é o maior produtor, com a principal mina do mundo localizada bem na região de Ouro Preto, em Minas Gerais.

A pedra pode ser encontrada em variações de cores, que vão desde o rosa — a mais comum —, passando pelo lilás, amarelo e laranja, chegando até o vermelho-cereja, essas mais raras.

5. Turmalina Paraíba

Encontradas no norte da Paraíba, essas gemas de um azul-turquesa perfeito foram vistas pela primeira vez nos anos 80 — algo bem recente se comparado às pedras anteriores.

Rara, a turmalina paraíba se difere das outras turmalinas — laranjas, verdes, amarelas, violetas — por conter pequenos traços de cobre, o que faz com que surja um efeito neon em sua tonalidade turquesa. As gemas mais escuras são mais raras e valiosas.

Além de serem um diferencial para a sua joalheria, as gemas que apresentamos aqui são uma forma de valorizar ainda mais a produção nacional e de oferecer aos seus clientes produtos únicos.

Quer saber mais sobre essas preciosidades? Continue aqui no blog e descubra que as pedras preciosas brasileiras são também um forte motor para a movimentação do mercado de joias no Brasil!

  • Catalogo
    e-book GRÁTIS
    Por que confiar a Bautz a produção das suas Jóias?