• Home
  • Blog
  • Como manter o fluxo de caixa da sua joalheria saudável?
Como manter o fluxo de caixa da sua joalheria saudável?

Como manter o fluxo de caixa da sua joalheria saudável?

Quando o assunto é o controle financeiro do negócio, o fluxo de caixa definitivamente é a ferramenta mais lembrada. Afinal, é com ela que podemos acompanhar de perto as entradas e saídas de recursos operacionais do negócio e, com isso, projetarmos um futuro brilhante para a empresa. Claro que a realidade não é diferente no mercado de joias.

É por esse motivo que resolvemos trazer, no post de hoje, algumas dicas importantes para que os nossos leitores mantenham o fluxo de caixa da joalheria sempre saudável. Confira tudo o que precisa saber logo a seguir!

Faça projeções de caixa

Nossa primeira dica talvez seja uma das mais importantes, afinal, é com a projeção dos fluxos de caixa que podemos nos antecipar às necessidades e, além disso, prevermos nossos resultados nos períodos seguintes. Para isso, devemos fazer duas tarefas distintas: a primeira delas é avaliar o ambiente interno; a segunda, o ambiente externo.

Em relação ao ambiente interno, devemos acompanhar todos os resultados anteriores para percebermos como funciona o nosso caixa. Períodos de alta sazonalidade, como dia dos namorados e o dia das mães, por exemplo, devem ser considerados. Já no ambiente externo, é fundamental acompanharmos índices econômicos e pesquisas realizadas por instituições renomadas, como o Sebrae.

Fique em dia com o controle de estoque

Em uma joalheria, o estoque é tudo. Não podemos nos dar o luxo de adquirir produtos e deixá-los parados, correndo o risco de sofrer danos, pois isso significa uma quebra na saúde financeira do negócio — principalmente quando os itens são luxuosos. Estoques em excesso causam um aumento considerável das saídas, sem que, para isso, tenhamos um equilíbrio pelas entradas.

Esse é outro motivo para realizarmos as projeções mencionadas. Com elas, podemos antever necessidades, como vimos, e fazer compras sob medida, de acordo com o que realmente vamos precisar para tocar o negócio.

Acompanhe os indicadores de desempenho

Outra dica muito importante é o acompanhamento dos indicadores de desempenho do negócio. Com eles, podemos nos certificar de que estamos fazendo um bom trabalho e de que a situação financeira da empresa é saudável. Em uma joalheria, podemos acompanhar os indicadores financeiros e aqueles relacionados às vendas.

No primeiro grupo, destacamos indicadores como rentabilidade (podemos avaliar quais peças são mais rentáveis, por exemplo), a lucratividade e o nível de endividamento. Já no segundo, temos o ticket médio e a taxa de conversão — ambos podem ser usados tanto para monitorar os resultados da empresa, quanto o desempenho de cada vendedor.

Desenvolva o planejamento financeiro

Para concluir o nosso material de hoje, é indispensável que os nossos leitores realizem o planejamento financeiro do negócio. É justamente nesse momento que vamos definir metas para a empresa, bem como cada indicador que será usado para acompanhá-las. Assim, teremos um norte a seguir, o que é ideal para não perdermos do foco as nossas prioridades.

O planejamento financeiro deve ser feito com cautela e com base em informação. Aqui, o fluxo de caixa funciona de maneira cíclica, afinal, devemos sempre pesquisar as informações obtidas no passado para tomarmos decisões para o futuro.

Gostou do nosso post de hoje? Então deixe o seu comentário!

  • Catalogo
    e-book GRÁTIS
    Por que confiar a Bautz a produção das suas Jóias?