• Home
  • Blog
  • Como e por quais razões abrir uma joalheria
Aprenda como abrir uma joalheria

Como e por quais razões abrir uma joalheria

Se você clicou nesse artigo sobre como abrir uma joalheria, certamente já percebeu que, entre as joias, existe uma infinidade de materiais, modelos e designs que podem criar peças completamente diferentes, mas sempre fascinantes.

É fácil se apaixonar por elas, e quem não gostaria de ter uma joalheria com belas coleções, não é mesmo? Essa mesma paixão pode ser convertida em um empreendimento, mas que requer alguns cuidados para operar bem e de forma rentável.

As peças possuem alto valor comercial e, ao ter um bom volume de vendas, é possível alcançar uma boa rentabilidade. Além disso, os consumidores estão cada vez mais se tornando adeptos do slow fashion e valorizando peças significativas e duráveis, justamente, o que as joias proporcionam.

Se você considera entrar nesse mercado, continue a leitura e descubra como abrir uma joalheria!

Como abrir uma joalheria?

Existem diversos tipos de lojas, especializadas em segmentos inusitados, e diversas variáveis que compõem a formulação de uma marca e afetam diretamente seu o desempenho.

Por isso, é essencial estruturar um bom plano de negócio e tomar alguns cuidados para operar bem. Confira as dicas que você precisa seguir para abrir a sua joalheria:

Elaboração do negócio

No mundo das joias, é possível iniciar o negócio ao montar uma pequena joalheria, em que você deve elaborar como serão as peças, para quem e como serão vendidas, e outros aspectos mais burocráticos que fazem parte do início de toda loja.

Uma escolha está entre utilizar plataformas online, offline ou ambas combinadas, especialmente nos dias de hoje, onde é possível começar e potencializar um comércio somente com redes sociais e meios virtuais.

Branding

Depois de uma breve elaboração do negócio, é hora de estruturar qual será a identidade dele. Primeiro, crie um nome e garanta que ele ainda não foi patenteado antes de adotá-lo.

Com o nome em mãos, você deve pensar na identidade visual. Alinhada com seus valores, ela deve se manifestar nas criações, no logotipo, na vitrine e na decoração da joalheria, compondo uma estratégia eficiente de visual merchandising. Nesse momento, pode ser uma boa oportunidade se juntar com um designer para auxiliar você no processo.

Localização

Em lojas físicas, é ideal privilegiar áreas com melhores condições socioeconômicas e potencial comercial, perto de lojas de roupas e restaurantes badalados. Boa parte das compras de joias é impulsiva, então os acessórios devem estar presentes em vitrines atrativas e com boa visibilidade. Tais pontos podem ser caros, mas podem valer a pena o investimento.

Nos espaços virtuais, faça boas ações nas mídias sociais, principalmente no Instagram, melhor lugar para o marketing de moda. É importante ter um site funcional e coerente com a identidade visual também. Por isso, não hesite em contratar um web designer para isso.

Taxas e Regulamentos

Joias são investimentos com grande valor atribuído. Muitas vezes, é necessário fazer empréstimos para tocar o negócio. A documentação é importante nesse momento, uma vez que ela entra em consideração na hora de conseguir crédito e garante segurança nas próximas ações.

Não dispense um contador para lidar com as finanças e impostos, e um bom segurador também, afinal os investimentos nas mercadorias são altos. Além disso, é primordial conseguir as licenças de negócio na prefeitura e nos departamentos estaduais adequados para pequenos negócios.

Fornecedores

As peças vendidas podem ser de design autoral ou já chegarem prontas. Em ambas as situações, é essencial contar com bons fornecedores de joias ou de matéria prima para sua produção. Confie na sua reputação no mercado, considerando que quando o negócio estiver ativo, a última coisa que você vai querer é um estoque vazio.

Outra boa estratégia é apostar em acessórios de diferentes linhas e manter um catálogo diversificado, sendo uma alternativa trabalhar com itens autorais e alguns já consolidados no mercado.

Atendimento

Os consumidores de joias valorizam peças atemporais e valiosas, e o processo de comprar requer delicadeza. Por isso, contrate um bom time de vendas, que tenha conhecimento em gemologia e tenha boas habilidades de persuasão.

Joalherias costumam possuir clientes fiéis, e qualquer momento pode ser uma oportunidade de fidelizar um cliente, seja em uma primeira compra ou em um reparo.

Essas dicas compreendem aspectos essenciais para a abertura de qualquer loja de joias, tanto online, quanto offline. Entretanto, é preciso estar preparado para custos adicionais, como manutenções e contas de energia, por exemplo.

Assim como em qualquer negócio, o segredo é manter um planejamento estratégico e ações que destaquem sua marca dos competidores.

Ficou animado em saber como abrir uma joalheria? Então, não deixe de curtir nossa página no Facebook para acompanhar novos conteúdos que vão ajudar você a prosperar nessa área!

  • Catalogo
    e-book GRÁTIS
    Por que confiar a Bautz a produção das suas Jóias?